sábado, 8 de agosto de 2015

AMIZADES - O Perigo das alianças reprovadas por Deus!

    
        Josafá tinha grande riqueza e honra, e aliou-se a Acabe. Josafá respondeu: "Sou como tu, e meu povo é como teu povo; estaremos contigo na guerra". II Cr 18.1,3.
    A Bíblia menciona a belíssima trajetória do Rei Josafá. Naqueles dias Acabe reinava em Israel (reino do Norte e josafá reinava em Judá (reino do Sul). Era desejo de Acabe conquistar Ramote-Gileade, esta cidade desempenhou importante papel na história israelita, sendo evidentemente uma espécie de chave de acesso para o território ao leste do Rio Jordão, situada no território de Gade. A cidade também era chamada pela forma abreviada de Ramá. Era uma das cidade de refúgio. Salomão designou u preposto em Ramote-Gileade para cuidar das provisões de alimentos para o rei provenientes das cidades de Gileade e Basã.
    Gileade era o local onde existiam muitos médicos. Era um centro de formação de médicos e local onde possuía um bálsamo usado para curar feridas. Jr 8.22 "porventura, não há unguento em Gileade? ou não há lá médico?". Ramote-Gileade havia sido tomada pelo rei da Síria e Acabe intentava retomá-la, porém não tinha o procedimento fiel diante de Deus pra empreitar esta guerra.
    Josafá fazia parte de um grupo seleto dos reis de Judá comprometidos com o avivamento e a restauração, em meio a uma nação que vivia dias de declínio espiritual e apostasia. O Senhor havia abençoado seu reino (II Cr 17.5), ele tinha uma história de vida, "E o Senhor foi com Josafá, porque andou nos primeiros caminhos de Davi, seu pai, e não buscou baalains (II Cr 17.3)".
     A Bíblia ainda destaca Josafá como um rei comprometido com a palavra e o ensino, terceiro ano do seu reinado ele enviou seus príncipes, levitas e sacerdotes para ensinarem em Judá e levavam consigo o livro da lei do Senhor " E rodearam todas as cidades de Judá, e ensinaram o povo". Após o ensino da palavra veio o temor do Senhor sobre todos os reinos que estavam em roda de Judá.
     Josafá era respeitado até por Filsteus (II Cr 17.11), "Josafá tornou-se cada vez mais poderoso, construiu fortalezas e cidades armazéns (munições) em Judá (IICr 17.12). Ainda fez muitas obras na cidade de Judá, e teve gente de guerra á sua disposição, Deus preparou homens valentes para dar suporte a Josafá (II Cr 17.13).
     Acabe era o oposto de Josafá, um rei idólatra, ímpio, que fazia questão de andar na contra mão de Deus. Eu diria que Acabe era um desviado em potencial, um rei covarde ao ponto de se disfarçar para entrar numa peleja que ele mesmo liderava, ou seja, um desviado com disfarce.
    O que queria Josafá fazendo aliança com alguém reprovado por Deus?
    Deus não deixou de passar aviso sobre o fim daquela guerra usando o profeta Micaías contradizendo a mentira que estava na boca de quatrocentos profetas que se apresentavam na praça de Samaria diante de Acabe e Josafá (II Cr 18.5,9,13,22,26 e 27).
    Josafá não vigiava na escolha de suas amizades (II Cr 20.35-37) e Deus chegou ao ponto de despedaças suas obras em outra aliança reprovada. O Senhor repreende Josafá dizendo "Devias tu ajudar ao ímpio e amar aqueles que ao Senhor aborrecem? Por isso, virá sobre ti grande ira da parte do Senhor". (II Cr 19.2), que expressão tremenda!!!  
    Josafá quase morreu por ter ido á guerra com Acabe, naquela peleja rodeado por capitães da Síria, Josafá clamou ao Senhor e Deus os desviou deles (II Cr 18.31).
    Tenhamos cuidado na escolha das amizades, não entre em acordo com aqueles que Deus já os repudiou, não queira estar ao lado de alguém que anda na contra mão de Deus, pois a derrota será certa.
    Procure amizades com pessoas que compartilham a mesma fé, ideias, opiniões e postura. Procure conviver com pessoas que acrescentam em sua vida. Não se dobre aos apelos de uma amizade que o Senhor reprova, não negocie seu compromisso com Deus. Não se deixe dominar por ninguém que intente te afastar de sua fidelidade a Deus.
    "Com o puro te mostrarás puro; e com o perverso te mostrarás indomável (Sl 18.26)".
    Que Deus vos abençoe
    Em Cristo.

 
 
 
 
 
 
Texto de Aparecida Borges
Pregadora do Evangelho de Cristo,
Coordenadora Geral do Círculo de Oração da AD Mossoró
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário