domingo, 29 de dezembro de 2013

"Suba a minha oração perante a tua face como incenso"


  Sl 141.2
Para entender melhor a que se refere esse trecho bíblico se faz necessário esclarecer que o povo hebreu separava especiarias para compor o cheiro do incenso, eram elas: estoraque, ônica e galbano. Estas especiarias deveriam ter o mesmo peso e o incenso deveria ser temperado, puro e santo como devem ser as nossas orações (Ex 30.35). O sacerdote levaria brasas do altar do sacrifício e espargiria o pó do incenso nas brasas do fogo e tudo era colocado no altar do incenso. A fumaça do aroma chegaria à presença de Deus como cheiro suave, ao que o salmista se refere dizendo suba a minha oração como incenso, e seja o levantar das minhas mãos como o sacrifício da tarde (Sl 141.2).
Aparecida Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário