sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Camboriú-SC

                               
     
      O Pavilhão dos Gideões em Camboriú (SC), ficou lotado por ocasião da VI Conferência Anual para Mulheres que aconteceu de 08 a 13 de setembro, com o Tema: "MULHERES este é o século das grandes decisões, o que farás?". O Pastor Cesino e sua esposa, a missionária Elba Bernardino, foram os anfitriões daquele evento. Caravanas de diversas partes do país marcaram presença naqueles dias de renovação e poder. Mossoró, também esteve ali representada por algumas irmãs do Círculo de Oração. A irmã Aparecida Borges foi uma das preletoras, juntamente com Sara Baeza e Sara Roxona (Chile); Sandy Ramírez (Peru); Sara Pavesi; Márcia Cordeiro e Ester Pereira, todas de Santa Catarina; Izabel Falcão (RN); Luciana Nunes (GO) e Egmara Santos (CE).

Camboriú-SC

















Aparecida Borges e as missionárias Izelda e Ilza que fazem a obra em Moçambique (África).

Cantora Graça Sampaio louvando a Deus.



Missionária Elba Bernardino, a organizadora do evento.

Aparecida Borges, Ester Pereira, Sara Pavesi e Izabel Falcao. Todas preletoras do evento.

Aparecida Borges, Luciana Nunes (GO), preletoras e Graça Sampaio.

Equipe de Mossoró marcando presença em Camboriú-SC.




Cantora Graça Sampaio, Aparecida Borges, Sara Pavesi e Izabel Falcao.

Graça Sampaio e Aparecida Borges.

Continente Africano representado na VI Conferência Anual para Mulheres.


Heleni Firmino e Aparecida Borges.
 
Caravana do Círculo de Oração de Mossoró que acompanhou a ir. Aparecida Borges
 
 

domingo, 13 de setembro de 2015

Alagoinha Quixeré-CE

   
        A Assembleia de Deus em Alagoinha Quixeré-CE, sob a direção do Pr. Galdino e sua esposa, Zeneide, realizou nos dias 05 e 06 de Setembro, o primeiro Congresso de Senhoras com o Tema: "Da minha herança não abro mão" (Js 14). A irmã Aparecida Borges ministrou naquela festividade que teve como cantor o irmão Thiago Neponuceno (Limoeiro do Norte-CE). Muitas caravanas de várias cidades marcaram presença naquele conclave espiritual.







 


 

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Frase da Semana

"Voz do que clama no deserto: preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso DEUS".
(Is 40.3)

IDOLATRIA: O Culto a falsos deuses

    
           Na antiguidade, os ídolos - ou seja, imagens ou espectros - eram, com frequência, transformados em deuses visíveis confeccionados por artífices. A idolatria é um ataque direto à natureza fundamental de Deus. No Novo Testamento, ela é associada a pecados sexuais (Gl 5.19-20), desejos malignos, cobiça (1Co 5.11; Ef 5.5; Cl3.5) e todas as atitudes e práticas que levam as pessoas a se desviarem do evangelho de Jesus Cristo (1Jo 5.18-21).
      Tudo aquilo que requer de nós lealdade e a glória que pertencem somente a Deus é um ídolo (Sl 95.3; Is 42.8). Por isso, os ídolos são detestáveis aos olhos de Deus (Jr 4.1). Eles provocam seu zelo (Sl 78.58), sua ira (Dt 32.16) e até sua abominação (Jr 44.4).
      Os ídolos são coisas sem importância confeccionadas segundo a imaginação humana (Sl 31.6; 1Co 8.4). Não obstante, são associados à feitiçaria e atividades demoníacas que constituem uma ameaça espiritual extremamente real (2Co 33.5-7; Mq 5.12-13; Gl 5.20). A idolatria e o cristianismo são inteira e absolutamente incompatíveis (2Co 6.16) e, portanto, os cristãos são admoestados a se guardar dos ídolos (1Jo 5.21).


(Extraído da Bíblia da Mulher, pág. 1145)