domingo, 6 de julho de 2014

Aprendendo com a Sunamita

E eis que tenho observado que este que passa sempre por nós é um santo homem de Deus 
(II Rs 4.9)

A Bíblia nos fala desta mulher moradora de Suném, a sua cidade distava 11 km a leste do Megido, de lá se descortinava o vale de Jezreel (cidade de Issacar) Js 19.18.
         Conta-nos a palavra que o profeta Eliseu começou a ser hospedado por esta mulher e seu marido, ela era uma mulher de posses, e nasceu no coração daquele casal o desejo de preparar um quarto para melhor acomodar o profeta.
         A história desta mulher desponta lançando luz a algumas de suas virtudes com as quais podemos aprender para melhor desempenhar o papel de mulher cristã. A sunamita como costumamos chamá-la (por ser moradora de Suném) era uma mulher observadora II Rs 4.9, ela passou a observar coisas boas: o comportamento do profeta Eliseu. A Bíblia nos fala ainda de outra mulher com esta característica Pv 31.16,18.
         Ela era também uma mulher decidida, hospitaleira e criativa (II Rs 4.10) diante da necessidade do profeta,decidiu a construção e organização de um aposento para o homem de Deus.
         Outra faceta do perfil desta mulher era a humildade, mesmo sendo uma mulher rica, ela se dispôs a servir, e não esperou nenhuma recompensa por sua atitude (II Rs 4.13).Seu exemplo além de nos estimular a boas obras ainda nos encoraja a servir sem esperar reconhecimentos, elogios ou recompensas.
         Que Deus nos ajude a observar a necessidade “daquele que passa sempre por nós” e não só observar, mas, poder de alguma forma contribuir para o seu bem estar.
Texto de Aparecida Borges
    Pregadora do Evangelho de Cristo,
Coordenadora Geral do Círculo de
Oração da Assembleia de Deus em
Mossoró.
Fotografia de Felipe Galdino

Nenhum comentário:

Postar um comentário