sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Homenagem às mulheres ungidas por Deus




Em tempos remotos as mulheres não tinham destaques, não eram consideradas por seu valor. Eram dadas ou trocadas como se fossem objetos. Não falavam em público, tinham que aprender em silêncio. Não tinham vez, não tinham voz. Hoje o valor da mulher é reconhecido, proclamado. Para elas, dedicam-se belas poesias, homenagens, provérbios... Dizem frases do tipo: "Por trás de um grande homem, sempre existe uma grande mulher". Mas, mesmo nos dias de hoje, as mulheres nem sempre atuam tocando trombetas e alaridos para serem reconhecidas por seus feitos. Nem todas ambicionam honras e glórias. Mulheres sábias são simples e prudentes, não se exaltam, comportam-se como serva. São tementes: ouvem e guardam a voz do seu Senhor. As escolhidas por Deus são simples como A mãe do Salvador, que guardava todas as coisas no seu coração, conferindo-as como vindas da parte de Deus. São colunas firmes e bem alicerçadas. Mulheres que oram e choram no templo aos pés de Deus, com ébrias tão somente movendo freneticamente seus lábios numa fervorosa oração. E através da fé, obtém de Deus graça, vitórias sobre coisas difíceis ou mesmo impossíveis aos olhos humanos. Em momentos críticos, tem ideias sábias, usam a prudência como fez Abigail, mulher de Nabal, obtendo para si o favor de Davi. Muitas mulheres são presenteadas com revelações e fortes emoções, com Maria Madalena que teve a primazia de ter diante dos olhos o Mestre ressurreto. Mesmo conservando a simplicidade como prudência, as mulheres são valiosos instrumentos para anunciar ao mundo que Cristo Vive e Reina, e que fala para nós através de um lindo testamento dividido em duas partes. Nele está escrito que o tempo está cumprido e o reino de Deus está próximo. As mulheres são, sem qualquer acepção, escolhidas, ungidas e amadas por Deus, como Davi, Moisés e outros servos seus. São enviadas à seara para liderar, pregar e ensinar. O seu valor em nada é inferior, porque a elas Deus abençoa com a mesma medida de us unção. A todas as mulheres, desejo que o Senhor as abençoe e as guarde, SEMPRE!
        






(Texto extraído do livro
 O CRENTE NÃO ESCOLHE,
 É UM ESCOLHIDO 
( poesias e crônicas), p. 89 
Autora: Margarete Solange 

Um comentário: